Cultura Organizacional

Tema: Cultura Organizacional
Contexto interno da organização

Em busca do entendimento sobre o contexto interno da organização, fatalmente se depara com a temática da cultura organizacional. Pode ter variações incríveis nas mais diversificadas organizações existentes. Porém, a qual mais se busca é uma organização do tipo democrática com a liberação para a participação e espírito de equipe. Esta é um cultura organizacional baseada na solidariedade entre as pessoas que a compõem. 
Mas, a conceituação se dá no conjunto de hábitos e crenças estabelecidas através de normas e valores, atitudes e expectativas, a que todos os seus membros estão aderidos. Isto é o que difere entre uma organização e outra. Sua essencialidade está na maneira que cada uma desenvolve seus trabalhos.
São os valores organizacionais: Poder, Elitismo, Recompensas, Eficácia, Eficiência, Economia, Imparcialidade, Espírito de equipe, Lei e ordem, Defesa, Competitividade e Oportunismo.

Quanto a importância são:

  1. Quanto ao desempenho;
  2. Quanto às pessoas;
  3. Quanto aos processos.

Reflexão:
  • Quais são os valores organizacionais de hoje?
  • Qual a importância dos valores organizacionais? 
  • Valores organizacionais modelam comportamentos individuais? 

Não admito que não liderei a equipe

Tema: Liderança

Não admito que não liderei a equipe!

Para a defesa de seu lado profissional, não se deve esquecer dos seguintes itens: absorver conceitos e cultura da organização, integração entre plano de vida e carreira, compreensão dos valores tecnológicos e compreender a relação da organização com a comunidade.
Ouvir mais os liderados escapando da blindagem de alguns agentes, é o desafio cotidiano do líder na organização, onde tudo é possível com trabalho em equipe. É justificado porque o líder passa a contar com um maior número de alternativas para ofertar uma boa solução de problemas.
O ideal é a reunião da equipe uma vez por mês para a discussão das tarefas do planejamento da organização, isto irá render um aprendizado, que passará a incorporar como conhecimento para a organização.
As conversas entre o líder e a equipe traz mais confiança, e torna mais fácil as praticas de delegação de tarefas, cobrança, ser cobrado, acompanhamento e saber dos resultados.
Deve ser considerado as gerações entre as pessoas, jovens e profissionais maduros, o ajuste de convivência será necessário para ser transmitido a cultura da organização.
O conjunto organizacional muda quando surgem novos desafios, é aí que aparece as reflexões sobre líder e liderados é o desafio. A não preparação do líder para este enfrentamento irá desafiá-lo para uma relação com a equipe pouco eficaz, onde ocorre o surgimento do líder decepcionado buscando um culpado.
Demonstrar os limites e tornar as pessoas responsáveis por suas tarefas dá muito mais trabalho, mas cria um compromisso transparente entre líder e liderados. 

Reflexão:
  • O líder gosta de ser avaliado?
  • Qual o maior desafio do líder?
  • Líder que usa instrumentos de pressão, consegue resultados?    


Esse papel não é meu pode passar para outro

Tema: Papel das pessoas na Organização

Esse papel não é meu, pode passar para outro?

Embora se tenha a consciência teórica da importância da pessoa na organização, mas essa experiência pode mudar pouco o comportamento, principalmente quando a organização tem uma ideologia própria a respeito do papel das pessoas na tarefa organizacional, e isto não é assumido de fato.
A cegueira e atitudes defensivas como "Esse papel não é meu, pode passar para outro?" é a manifestação da insegurança, a conscientização neste caso é um grande desafio.
Valores a serem atingidos:
1º - A pessoa e a organização devem estar em sintonia
2º - Pergunto: ainda é valido os dizeres de Henry Ford, "tudo o que se espera de um empregado é que cumpra as ordens que vêm de cima"?
3º - A organização deve "entrar" na realidade. Diagnosticar, Planejar, Desenvolver, Aplicar e Questionar-se
4º - Cuidar do Clima Organizacional e da Saúde Organizacional
A fragilidade atingida por haver profissionais que não são unidos, ou não se entendem é grande. Qual o desafio maior? União, dedicação e colaboração mútua.

Reflexão:

  • Por que determinadas pessoas não querem assumir seus papéis?
  • A organização consegue detectar estas situações?
  • A consideração e o respeito são quebrado com essas atitudes?



CMM - Sistematização das melhores práticas em engenharia de software

Tema:  CMM

O que é CMM ?

Visão Geral e Estrutura do Capability Maturity Model - CMM

Objetivos:
  • Explorar os conceitos básicos de qualidade de software
  • Ter uma visão geral do Capability Maturity Model (CMM) quanto a filosofia, estrutura e componentes do modelo
  • Rápido comparativo com normas ISO equivalentes/complementares


Origem
Software Engineering Institute (SEI) (Mais sobre: Engenharia de Software)
* Patrocinado pelo Departamento de Defesa (DoD)
Camegie Mellon University Pittsburgh, PA

Baseado nas idéias de Watts S. Humphrey

Ética por um mundo melhor

Tema: ÉTICA

Pode existir uma ética por um mundo melhor?

O desenvolvimento do assunto "ética por um mundo melhor" deve seguir pelo menos as premissas de conceito ou definição dos pilares que compõem o assunto na sua totalidade, são eles: ética, moral e mundo. A arguição para a definição primária dos três pilares vem do saber que um é intrínseco ao outro e um pode modificar o outro tendo resultados diferentes para interpretações regionais.

Primeiramente podemos abordar o tema ética. A ética vem do particular do indivíduo. Parte dos princípios que este indivíduo absorveu em suas experiências e aprendizados cotidianos. Por exemplo: Se diz: "a pessoa não tem ética". Trata-se daquela pessoa que se aproveita do momento único para benefício próprio.

As Eras da Informação

Tema: Informação
O excesso de informação é bom ou ruim para nós?

Vivemos a Era do Excesso de Informação. Graças aos milagres da tecnologia do século XX, nós dispomos de acesso instantâneo a mais informação do que conseguimos tratar. Também conhecida como a Era Digital a qual vem após a Era Industrial. Iniciada no fim dos anos 60.
 
Há informação sobre previsão do tempo, esportes, política, finanças, gente, ciência, diversões, arte, religião, bancos, previdência, telefones, ações, publicidade, horóscopo, etc. Torna-se claro que estes tempos pedem um agente da tecnologia unicamente voltado para armazenar, classificar, qualificar, comparar, combinar, e exibir informação em alta velocidade. Este agente é o COMPUTADOR. (Mais sobre Relacionamentos na Era Digital).

Isto explica por que os computadores estão presentes onde quer que a informação se concentre, desde as grandes organizações até o celular.