Não admito que não liderei a equipe

Tema: Liderança

Não admito que não liderei a equipe!

Para a defesa de seu lado profissional, não se deve esquecer dos seguintes itens: absorver conceitos e cultura da organização, integração entre plano de vida e carreira, compreensão dos valores tecnológicos e compreender a relação da organização com a comunidade.
Ouvir mais os liderados escapando da blindagem de alguns agentes, é o desafio cotidiano do líder na organização, onde tudo é possível com trabalho em equipe. É justificado porque o líder passa a contar com um maior número de alternativas para ofertar uma boa solução de problemas.
O ideal é a reunião da equipe uma vez por mês para a discussão das tarefas do planejamento da organização, isto irá render um aprendizado, que passará a incorporar como conhecimento para a organização.
As conversas entre o líder e a equipe traz mais confiança, e torna mais fácil as praticas de delegação de tarefas, cobrança, ser cobrado, acompanhamento e saber dos resultados.
Deve ser considerado as gerações entre as pessoas, jovens e profissionais maduros, o ajuste de convivência será necessário para ser transmitido a cultura da organização.
O conjunto organizacional muda quando surgem novos desafios, é aí que aparece as reflexões sobre líder e liderados é o desafio. A não preparação do líder para este enfrentamento irá desafiá-lo para uma relação com a equipe pouco eficaz, onde ocorre o surgimento do líder decepcionado buscando um culpado.
Demonstrar os limites e tornar as pessoas responsáveis por suas tarefas dá muito mais trabalho, mas cria um compromisso transparente entre líder e liderados. 

Reflexão:
  • O líder gosta de ser avaliado?
  • Qual o maior desafio do líder?
  • Líder que usa instrumentos de pressão, consegue resultados?    


Postar um comentário