Esse papel não é meu pode passar para outro

Tema: Papel das pessoas na Organização

Esse papel não é meu, pode passar para outro?

Embora se tenha a consciência teórica da importância da pessoa na organização, mas essa experiência pode mudar pouco o comportamento, principalmente quando a organização tem uma ideologia própria a respeito do papel das pessoas na tarefa organizacional, e isto não é assumido de fato.
A cegueira e atitudes defensivas como "Esse papel não é meu, pode passar para outro?" é a manifestação da insegurança, a conscientização neste caso é um grande desafio.
Valores a serem atingidos:
1º - A pessoa e a organização devem estar em sintonia
2º - Pergunto: ainda é valido os dizeres de Henry Ford, "tudo o que se espera de um empregado é que cumpra as ordens que vêm de cima"?
3º - A organização deve "entrar" na realidade. Diagnosticar, Planejar, Desenvolver, Aplicar e Questionar-se
4º - Cuidar do Clima Organizacional e da Saúde Organizacional
A fragilidade atingida por haver profissionais que não são unidos, ou não se entendem é grande. Qual o desafio maior? União, dedicação e colaboração mútua.

Reflexão:

  • Por que determinadas pessoas não querem assumir seus papéis?
  • A organização consegue detectar estas situações?
  • A consideração e o respeito são quebrado com essas atitudes?



Postar um comentário